Canuto é exonerado do Ministério do Desenvolvimento Regional; Rogério Marinho assume

Esta é a quinta troca ministerial de Bolsonaro. A mudança foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União

Rogério Marinho | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, foi exonerado nesta quinta-feira, 6. O cargo será ocupado pelo secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho. A mudança foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União.

Gustavo Canuto foi nomeado ministro no início do governo, e ficou pouco mais de um ano no cargo.

Ex-deputado federal, Marinho é filiado ao PSDB e foi um dos principais articuladores do governo na aprovação da reforma da Previdência. Ele assume a pasta que comanda os programas de habitação popular, como Minha Casa, Minha e Vida, de infraestrutura urbana e de segurança hídrica do governo federal.

Gustavo Canuto é especialista em políticas públicas e gestão governamental, carreira vinculada ao Ministério da Economia, e formado em engenharia da computação. Ele não tem filiação partidária.

Ao chegar no Palácio da Alvorada, na tarde desta quinta-feira, 6, Bolsonaro disse que Canuto vai assumir a presidência da DataPrev, a Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência. Minutos depois, veio a confirmação oficial do porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo Barros.

É a quinta mudança na equipe ministerial. (Com informações da Agência Brasil)

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.