Cantor Eduardo Araújo não é encontrado pela polícia para depoimento

O astro da Jovem Guarda não estava em seu endereço em Cotia, na Grande São Paulo, durante mandado de busca e apreensão 

O cantor e compositor da Jovem Guarda, Eduardo Araújo, não foi encontrado pela Polícia Federal na sexta-feira, 20, durante mandado de busca e apreensão. A casa dele em Cotia, na Grande São Paulo, estava vazia.

Eduardo Araújo, que fez sucesso na Jovem Guarda, estava na capital federal em companhia de Sérgio Reis para discutir manifestações de 7 de setembro | Foto: Arquivo pessoal

 

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes determinou que Eduardo Araújo fosse ouvido na investigação da PF que apura a participação de pessoas que usaram redes sociais para gravar e divulgar mensagens que incitam atos violentos e ameaças à democracia.

Até a tarde deste sábado, 21, o cantor não havia sido localizado para comentar o assunto. De acordo com fontes da PF, o imóvel do cantor em Cotia estava à venda. Além da busca e apreensão no local, o mandado que agentes tentaram cumprir determinava que Eduardo Araújo prestasse depoimento. Como ele não foi encontrado na residência, os policiais fizeram um termo circunstanciado (TC) informando à Justiça Federal a razão de a busca não ter sido feita.

Na prática, quando isso ocorre, a Justiça costuma indicar um novo endereço para que os policiais o procurem e o intimem para ser ouvido.

* Com informações do portal G1.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.