Canto da Primavera 2014 começa nesta quarta em Pirenópolis

Focado em música dos mais variados estilos, o evento tem como premissa promover o acesso à cultura, oferecendo ao público programação musical de relevância nacional

canto primavera

O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado da Cultura (Secult Goiás), realiza entre os dias 17 e 21 de dezembro a 15ª edição do Canto da Primavera – Mostra de Música de Pirenópolis. A abertura do evento será realizada a partir das 19 horas com apresentação da Banda Phoenix, seguida por solenidade com presença de autoridades e show com Diones Correntino Quarteto, no Theatro Sebastião Pompeu de Pina.

Focado em música dos mais variados estilos, o evento tem como premissa promover o acesso à cultura, oferecendo ao público programação musical de relevância nacional, além de cursos e oficinas voltados à mesma temática, e valorizar a cultura de uma região com imenso potencial turístico do Estado de Goiás.

Neste ano, o Canto da Primavera é especial, pois celebra 15 anos de existência. Para garantir ao festival o valor e a importância de seu aniversário, o evento oferece ao público uma programação contendo sete atrações nacionais e outras 14 regionais, além de atividades complementares, como o Canto na Comunidade, o Estúdio Primavera e a Jam Session.

A edição 2014 do Canto da Primavera é dedicada a Pompeu Cristóvão de Pina, cidadão ícone da preservação do patrimônio cultural e desenvolvimento de Pirenópolis, que faleceu no último dia 10 de dezembro. As homenagens do evento se estendem também ao baterista goiano Moka Nascimento, que neste ano completa 30 anos de carreira.

Atrações nacionais

Os shows nacionais terão início na quinta-feira, 18, a partir das 22 horas, quando sobem ao palco da Praça Emanuel Jaime Lopes, localizada atrás da Igreja da Matriz, os cantores Renato Teixeira e Sérgio Reis. O dueto reforça a proposta da Quinta da Viola, projeto do Canto da Primavera que busca resgatar a música sertaneja de raiz.

Na sexta-feira, 19, às 22 horas, também na Praça Emanuel Jaime Lopes, se apresenta o artista Dado Villa-Lobos, ex-guitarrista de umas das principais bandas brasileiras de rock das décadas de 1980 e 1990, a Legião Urbana. Dado chega a Pirenópolis para apresentar ao público um show com os maiores clássicos da Legião.

No sábado, 20, a partir das 21 horas, a Música Popular Brasileira ambienta o Theatro Sebastião Pompeu de Pina, com apresentação da cantora Mariana de Moraes, neta do poeta Vinícius de Moraes. Após o show de Mariana, às 22 horas o perbambucano Alceu Valença anima o público na Praça Emanuel Jaime Lopes, com um show de influência dos maracatus, cocos e repentes de viola, que se unem à guitarra com baixo elétrico.

No domingo, 21, os destaques são para o rock da banda Plebe Rude, que faz show a partir das 21h30, na Praça Emanuel Jaime Lopes. No mesmo local, às 22h30, o espaço se transforma em palco para o pop-art-indie-rock-pós-punk-ska dos Móveis Coloniais de Acaju.

Atrações goianas

Selecionados por meio de edital público, 14 artistas (ou bandas) goianos se apresentarão na edição deste ano do Canto da Primavera. São eles: Bia Tavares, Boogarins, Calango Nego, Camerata Caipira, Dante Ventura, Diones Correntino Quarteto, Dom Casamata e a Comunidade, Domá da Conceição, Dry, Quarteto Feminino Flor Essência, Gabriel Rovo, Lobinho e os Três Porcão, Orquestra Jovem de Uruaçu e Shotgun Wives.

Canto na Comunidade

Faz parte da edição 2014 a realização da primeira edição do Canto na Comunidade, cujo objetivo é fomentar as ações culturais locais de Pirenópolis após o término do evento e estender atividades à comunidade pirenopolina nos meses subsequentes ao festival. Durante seis meses, serão realizadas ações de fomento da cultura e economia local, em parceria entre a Secult Goiás, a Prefeitura de Pirenópolis e a Ideia Ambiental e Cultural, parceira cultural licitada para realizar o Canto 2014.
A iniciativa segue o modelo de sucesso do Fica na Comunidade, projeto implantado há três anos no Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (Fica), que envolve a população durante o ano inteiro com atividades ligadas ao cinema e meio ambiente.

No Canto da Comunidade, que terá início a partir de março de 2015, serão realizados projetos locais que tenham em sua essência a criação e circulação da arte musical em Pirenópolis. A avaliação e seleção dos projetos serão realizadas por curadoria composta por representantes da Secult Goiás, Ideia Cultural e Ambiental e Prefeitura de Pirenópolis.

Oficinas

O Canto 2014 oferecerá ao público oficina de percussão ministrada pelo músico Otávio Garcia de Carvalho, do Rio de Janeiro; oficina de bateria com o músico homenageado Moka; a Oficina Infantil – Construção de Brinquedos e Instrumentos Musicais com Material Reciclado; além de oficinas comandadas por músicos do projeto Ciranda da Arte, sob a coordenação de Marcelo Almeida. São elas: Tocar Junto (Marcelo Eterno), Trompete (Manassés Aragão), Trombone (Jackes Douglas), Tuba (Elielson), Trompa (Rayne Hardy), Euphonium (Milton Nascimento), Flauta (Sara Lima), Clarinete (Amanda Kelly) e Percussão (Augusto César).

 

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.