Candidatura isolada favorece democracia e beneficia Ronaldo Caiado, avalia Baldy

Pré-candidato ao Senado comemorou a decisão que permite candidatos diferentes numa mesma coligação partidária

O pré-candidato ao Senado, Alexandre Baldy (Progressistas), comemorou a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que definiu que partidos de uma mesma coligação podem lançar mais de um candidato ao Senado. Por meio da decisão, dada por unanimidade nessa terça-feira, 21, legendas podem lançar candidatos isolados na disputa, independente das alianças construídas nas chapas majoritárias. Aliado da base de Ronaldo Caiado (União Brasil), Baldy avaliou que a medida oferece segurança jurídica aos candidatos, ao mesmo tempo em que pode beneficiar o governador.

Baldy é um dos pré-candidatos cotados para compor com Caiado, que agora fica livre para nomear um candidato sem precisar excluir outros da disputa, em meio a discussões para formação de chapa majoritária. Dessa maneira, o progressista defende que todos os pré-candidatos têm a ganhar com essa novidade. “Restringir candidaturas é muito ruim para o eleitor. Quem ganha é a democracia”, comemora.

Além de Baldy, outros quatro pré-candidatos ao Senado por Goiás que pleiteiam o apoio de Caiado podem ser beneficiados com a decisão: Delegado Waldir Soares (UB), Zacharias Calil (UB), Lissauer Vieira (PSD) e Luiz do Carmo (MDB).

Ao todo, 12 nomes já foram lançados em Goiás para disputar a única cadeira no Senado este ano.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.