Candidatos ao Senado focam em trajetória política e pessoal para convencer eleitores

Políticos deram início nesta sexta (31) ao horário eleitoral gratuito

A propaganda eleitoral gratuita começou a ser divulgada para todo o país nesta sexta-feira (31), no Rádio e na TV. Em Goiás, na disputa ao Senado, o espaço serviu para que os candidatos se apresentassem aos goianos, com foco na trajetória política e pessoal.

O ex-governador Marconi Perillo (PSDB) estreou o programa lembrando que teve atuação decisiva na aprovação de um dos mais relevantes projetos que entraram em vigor nos últimos anos: o Ficha Limpa, no seu primeiro mandato como senador.

Marconi disse que esta eleição “está entre as mais importantes do Brasil” e que apoia o governador José Eliton porque “ele é capaz de enfrentar as forças do atraso”. “Enquanto isso, eu vou aumentar a força de Goiás em Brasília”, completou.

Lúcia Vânia (PSB) também apostou em sua trajetória política como mote para convencer o eleitorado. Chamando Goiás de “minha casa”, a pessebista citou projetos e votações importantes que participou no Senado, além de falar sobre o protagonismo da mulher na política.

Vanderlan Cardoso, do PP, por sua vez, focou na carreira como empresário, lembrando que iniciou a vida profissional como um simples engraxate. Disse que o Congresso precisa de mais trabalhadores e de representantes do povo.

O emedebista Agenor Mariano voltou o discurso aos eleitores desacreditados e focou no discurso da mudança.

Os candidatos do PT, Luis Cesar Bueno e Geli Sanches, assim como o PCO, não tiveram programas veiculados, assim como o candidato do PRP, Jorge Kajuru, e do DEM, Wilder Morais.

Fabrício Rosa, candidato pelo PSOL, que tem apenas 9 segundos, usou o tempo para se apresentar à população: “Jovem, policial, professor, ativista social e pelos direitos humanos. Vamos mudar o que está aí. Agora são outros 500”.

Já Magda Borges (PCB), que tem 6 segundos, se concentrou na causa feminista: “Feminismo tem classe. Professora Magda Borges, 210”.

Deixe um comentário