Candidatos a presidência da Câmara Federal apostam em apoio de governadores para campanha

Ronaldo Caiado já recebeu o candidato Arthur Lira para um jantar. Está marcado para noite desta quarta-feira, 19, o encontro com Baleia Rossi e líderes do DEM

Candidatos a presidência da Câmara Federal buscam apoio de governadores | Foto: Reprodução

Os candidatos à presidência da Câmara dos Deputados intensificaram as campanhas para a eleição da Mesa Diretora da Casa, que ocorre no início de fevereiro. Tanto Arthur Lira (PP-AL), com apoio do Palácio do Planalto, quanto Baleia Rossi (MDB-SP), apoiado pelo atual presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) tem cumprido agenda em vários pontos do país, no intuito de angariar votos, principalmente junto a governadores e suas bases.

O apoio do governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM) e os deputados goianos é cobiçado pelos dois candidatos a presidência da Câmara Federal. Motivo pelo qual, o democrata tem recebido no Palácio das Esmeraldas os nomes que concorrem ao cargo.

No último dia 11, Athur Lira teve um jantar com Caiado. A articulação para a reunião de Arthur Lira com Caiado e a bancada goiana na Câmara foi feita pelo presidente estadual do Progressistas, o secretário de Transporte de São Paulo Alexandre Baldy, e pelo prefeito de Anápolis, Roberto Naves.

Nos mesmos moldes, o governador goiano recebe na noite desta terça-feira, 19, o deputado Baleia Rossi. Ele vem acompanhado da cúpula do DEM – Rodrigo Maia e o presidente nacional do partido, Antônio Carlos Magalhães Neto (ACM Neto). A candidatura de Baleia Rossi é articulada pelo atual presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), e conta com apoio, até o momento, de 12 partidos: PT, PSL, MDB, PSB, PSDB, DEM, PDT, Cidadania, PV, PCdoB, Rede e Solidariedade.

O suporte é importante, pois os chefes de Executivos estaduais têm influência sobre os deputados eleitos pelas unidades. Governadores e bancadas estaduais com poucos membros estão na mira dos candidatos à Presidência da Câmara devido as incertezas em relação aos votos das bancadas na Câmara Federal . A eleição para a Casa será polarizada, principalmente pela situação do PSL, que está fechado com a candidatura de Baleia Rossi, porém há deputados bolsonaristas que confirmam que darão voto ao ao deputado Arhtur Lira, o que deixa o panorama nublado para a eleição no dia 1º de fevereiro – com voto presencial.

Até o momento o bloco de Baleia reúne 11 partidos e soma 278 deputados. Já o de Lira tem nove partidos, que somam 195 integrantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.