Candidatos à Prefeitura de Goiânia discutem projetos em debate promovido pela TV Brasil Central

Convidados de hoje foram Alysson Lima (Solidariedade), Cristiano Cunha (PV), Manu Jacob (Psol) e Virmondes Cruvinel (Cidadania)

Nesta quinta-feira, 22, ocorreu a segunda rodada de debates promovidos pela Agência Brasil Central, em parceria com a TV Alego, com os candidatos à Prefeitura de Goiânia. Os convidados de hoje foram Alysson Lima (Solidariedade), Cristiano Cunha (PV), Manu Jacob (Psol) e Virmondes Cruvinel (Cidadania).

A candidata Manu Jacob falou sobre a necessidade de se pensar em políticas para mulheres na capital. A postulante pelo Psol afirmou que pretende investir no Centro de Valorização da Mulher (Cevam) e outras casas de acolhimento, além de trabalhar nas políticas de combate à violência e, também, na ampliação de vagas nos Centros Municipais de Educação Infantil (CEMEIs). De acordo com Jacob, cerca de 6 mil crianças estão fora do do sistema de educação infantil. “Esse é um problema que afeta diretamente a vida dessas mulheres” pontuou.

Virmondes Cruvinel, do Cidadania, defendeu o uso de tecnologia para melhorar os serviços de saúde em Goiânia. Além disso, apresentou a proposta de fazer um mapeamento dos doentes crônicos e investir na criação de um Centro de Especialidades Pediátricas que atenda todas as crianças do município.

O candidato pelo PV, Cristiano Cunha, propôs que em sua possível gestão haja um sistema híbrido de educação  — que combina o aprendizado online e presencial  — com o intuito de ajustar o tempo perdido em razão da pandemia do novo coronavírus em 2020. Além disso, Cunha defendeu a valorização do professor, com a revisão do Plano de Cargos e Salários.

Já Alysson Lima, que disputa pelo Solidariedade, defendeu a reformulação do contrato de transporte coletivo, para que seja efetivada a melhoria na área de mobilidade urbana na capital. “Será antecipada a licitação de 2027 para agora, um aditivo contratual será proposto para as empresas de ônibus, se elas quiserem, se elas não quiserem nós vamos romper o contrato e municipalizar o transporte público de Goiânia” afirmou o candidato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.