Candidato a prefeito de Goiânia, Alysson Lima, defende a industrialização da capital

Na disputa pelo Solidariedade, Alysson Lima citou áreas específicas que tem grande potencial para estímulo industrial, como setor moveleiro e de confecção de moda

O candidato a prefeito de Goiânia, Alysson Lima (Solidariedade), foi o convidado da sabatina promovida pela Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg) nesta segunda-feira, 5. No evento, transmitido virtualmente, o candidato falou, entre outros assuntos, sobre a economia da capital, propostas de incentivos para fortalecer as indústrias e melhorias no transporte público.

Alysson Lima afirmou que Goiânia está empobrecendo. O candidato afirmou que, em um período de cerca de uma década, a capital manteve o Produto Interno Bruto (PIB) muito baixo em relação aos outros municípios, como Aparecida de Goiânia e Anápolis. “É lamentável saber que hoje a renda per capita e a renda do cidadão está caindo cada vez mais na nossa capital” disse.

Para o candidato do Solidariedade, trazer indústrias para a cidade representaria um salto no desenvolvimento. Alysson Lima citou áreas específicas que tem grande potencial para estímulo industrial, como o setor moveleiro, concentrado na região do Guanabara, e o setor de confecção de moda, na região noroeste de Goiânia.

“Incentivo fiscal é um caminho que precisa ser feito e, também, empregar o incentivo nas áreas corretas” pontuou.

Sobre a problemática do transporte público, o candidato afirmou que pretende concentrar esforços para implantar o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT). Apesar de considerar o metrô mais ideal, o candidato ponderou que a prefeitura não tem orçamento para fazer uma obra dessa dimensão nos próximos quatro anos. “A sociedade vive com transporte coletivo péssimo há anos, eu como prefeito de Goiânia, vou mudar essa realidade e assumir essa situação” afirmou.

Fieg Sabatina

A Fieg Sabatina tem o intuito de promover debates com os candidatos de Goiânia e Aparecida de Goiânia sobre as pautas de gestão municipal, abordando temas prioritários ao setor produtivo, diretamente ligados ao ambiente de negócios e geração de emprego e renda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.