Campeão de fisiculturismo e personal trainer, Djalma Batista morre de Covid

O atleta estava internado havia uma semana e morreu na quinta-feira, num hospital de Anápolis

Djalma Batista: morte em decorrência da Covid-19 | Foto: Divulgação

O fisiculturista e personal trainer Djalma Batista morreu na quinta-feira, 1º, de complicações derivadas da Covid-19, no município de Anápolis. Ele estava internado havia uma semana. Deixa mulher, Loyse Batista, e um filho de 5 meses. Tinha 49 anos.

Djalma Batista, além de tetracampeão goiano, era vice-campeão brasileiro e bicampeão da Copa Brasil Body Classic — na categoria master.

Ele era formado em Educação Física pela Universidade Estadual de Goiás e era pós-graduado em Fisiologia do Exercício e Nutrição Esportiva.

No Instagram, a Federação Goiana de Musculação Fitness e Fisiculturismo lamentou: “É com muita tristeza que hoje perdemos não só um grande atleta, mas um amigo, um grande guerreiro que fez história e cumpriu seu legado com excelência nessa terra. Descanse em paz querido Djalma”.

Loyse Batista escreveu: “Djalma amava e tinha muito orgulho desse esporte. Queria que o filho seguisse no mesmo caminho, e eu apresentarei esse esporte pra ele. Com certeza, ele está muito feliz com a homenagem lá de onde ele está. Obrigada pelo carinho com o meu Djalma”.

Djalma Batista, embora tenha começado a competir com 40 anos, fez sucesso. Porque era disciplinado e altamente motivo, contam os amigos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.