“Campanha de Waldir é prioridade nacional”, afirma ministro dos Transportes

Ministro afirmou que Waldir mudou de partido para não levar rasteira, o que tornou delegado admirado dentro do PR

A convenção do PR que oficializou a candidatura de Delegado Waldir à Prefeitura de Goiânia ocorreu na Assembleia Legislativa na última quarta-feira (3/8) e teve a presença dos dirigentes de partidos aliados – PMN e PTN – e do próprio PR, além do deputado Sandes Júnior (PP) que fez uma “visita de cortesia” à convenção. Entre os nomes do PR, estava Maurício Quintella, ministro dos Transportes do governo interino de Michel Temer.

Tratando do governo Temer como já permanente, Quintella repetiu por várias vezes que a candidatura de Waldir em Goiânia era uma prioridade do PR nacional e que ele auxiliaria o deputado no que fosse possível. De acordo com ele, todos os deputados do partido admiram o delegado e gostariam de vê-lo como prefeito de Goiânia.

Em referência ao PSDB, pelo qual Waldir foi eleito deputado federal, Quintella afirmou que o deputado saiu do seu antigo partido porque “sabia que ia levar uma rasteira”. À época, Waldir saiu do PSDB porque não poderia ser candidato a prefeito de Goiânia pelo partido. De acordo com o ministro, o delegado sabia que não fazia “parte da panela deles”.

Quintella afirmou ainda que “quando Waldir for prefeito, a situação que ele encontrará será melhor”. O Brasil voltará, segundo o ministro, a crescer em uma situação diferente do que acontecia “no governo que o senhor [Waldir] ajudou a tirar do poder”.

As referências ao governo de Dilma Rousseff (PT), que passa por um processo de impeachment, foram muitas. De acordo com o atual ministro dos Transportes, Waldir terá capacidade de fazer uma cidade melhor justamente porque o governo Temer – que segundo Quintella não é ligado à corrupção como o da presidente eleita – vai retomar crescimento econômico para todo o Brasil.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.