Caminhoneiros bloqueiam a rodovia GO-020, no sentido Bela Vista/Goiânia

Em nota, o Ministério da Infraestrutura informou que “a PRF encontra-se em todos os locais identificados e trabalha pela garantia do livre fluxo com a tendência de fim das mobilizações até a 0h do desta quinta-feira, 09”

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) bloquearam trechos de estradas nesta quarta-feira, 08, de acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Em Goiás, os caminhoneiros fecharam a rodovia GO-020, na altura do km 43, no sentido Bela Vista/Goiânia na tarde desta quarta. Um caminhão carregado de pneus foi despejado na via.

Segundo a PRF, há registros de bloqueios parciais em Santa Rita do Araguaia e Itumbiara, na BR-153. Com a liberação para tráfego de carros de passeio, cargas vivas e passageiros.

Outros estados

Em Santa Catarina, às 14h15, a PRF informou que havia bloqueio de caminhões na BR-101 em Garuva, Joinville, araquari, Itajaí e São João do Sul; na BR-280 em São Francisco do Sul, Guaramirim, São Bento do Sul e Canoinhas; na BR-116 em Mafra e Santa Cecília; e na BR 470 em Navegantes.

No Paraná, há pontos de interdição na BR-376 em Paranavaí e Maringá. Segundo a PRF, estão sendo retidos apenas veículos de carga, enquanto veículos de passageiros e cargas perecíveis estão sendo liberados pelos manifestantes.

Já no Espírito Santo, caminhoneiros fazem bloqueios na BR-101 em Linhares (tráfego lento), João Neiva, Viana, Iconha e Itapemirim; na BR-262 em Viana e Ibatiba; na BR-447 em Vila Velha.

Na Bahia, os caminhoneiros fazem manifestação em dois pontos na BR-242, na saída de Luís Eduardo Magalhães, em direção a Barreiras; e na saída de Barreiras rumo a Salvador. Nos trechos, conforme a PRF, só cargas perecíveis e veículos pequenos são liberados.

Os protestos não afetam, até o momento, o escoamento de produtos agrícolas como grãos, disse à Reuters a Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (Anec), por meio da assessoria de imprensa.

Ministério da Infraestrutura

Em nota, o Ministério da Infraestrutura informa que “a PRF encontra-se em todos os locais identificados e trabalha pela garantia do livre fluxo com a tendência de fim das mobilizações até a 0h do desta quinta-feira, 09”.

Ainda segundo a nota, não há coordenação de qualquer entidade setorial do transporte rodoviário de cargas “e a composição das mobilizações é heterogênea, não se limitando a demandas ligadas à categoria”. Ao todo, diz o ministério, foram registradas 56 ocorrências com concentração de populares e tentativas debeladas de bloqueio total ou parcial de rodovias durante as últimas horas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.