Caminhão coletor de lixo atola em rua de Aparecida de Goiânia

Além do problema causado pela permanência do caminhão no meio da rua, uma das principais da região, o lixo coletado antes do atolamento já gerava mau cheiro. Caso foi mostrado pelo ex-vereador Paulo Magalhães

Veículo coletor de lixo atolou na Rua dos Missionários, no Jardim Maranata | Foto: Reprodução

Um caminhão coletor de lixo atolou na Rua dos Missionários, no Jardim Maranata, em Aparecida de Goiânia. O lamaçal impediu a circulação do veículo na tarde de sexta e até amanhã deste sábado, 21, ele ainda continuava no local, segundo vídeo publicado nas redes sociais pelo ex-vereador Paulo Magalhães (DEM). Primeiro suplente pelo Democratas, Paulo disse que recebeu o vídeo por meio do Whatsapp. Na gravação, um cidadão conta que, além do problema causado pela permanência do caminhão no meio da rua, uma das principais da região, o lixo coletado antes do atolamento já gerava mau cheiro.

De acordo com informações da Secretaria Municipal de Infraestrutura, Aparecida de Goiânia tem 38 bairros com ruas sem asfalto. A lista inclui o Jardim Buriti Sereno, segundo maior bairro do município; o Jardim Palmares, localizado ao lado do Polo Empresarial, Park Itamaraty, Alvorada Sul e, entre outros, o Rosa dos Ventos II. “Aos poucos os goianienses vão conhecendo a atual realidade da periferia da cidade. Os cidadão começam a sentir falta do ex-prefeito Maguito Vilela, época em que se investia pesado na infraestrutura e na qualidade de vida dos aparecidenses”, afirma Paulo Magalhães.

Maguito Vilela (MDB), o 31º prefeito eleito de Goiânia, morto no dia 13 de janeiro de 2021 em decorrência de complicações do Coronavírus (Covid-19), geriu Aparecida entre 1º de janeiro de 2009 e 1º de janeiro de 2017. O emedebista é considerado uma dos melhores prefeitos da história da cidade e, segundo o próprio atual chefe do Executivo aparecidense, Gustavo Mendanha (sem partido), construiu as bases para que Aparecida se desenvolvesse. À frente da Prefeitura de Aparecida, Maguito investiu mais de R$ 800 milhões em obras na infraestrutura, saúde, educação e no social. Foi o maior volume de investimento da história do município. Em termos comparativos, 115 bairros foram pavimentados na gestão de Vilela. Desde o início da gestão de Mendanha, em 1º de janeiro de 2017, foram apenas 30.

Além da pavimentação, entre outras obras, Maguito assina a construção do hospital municipal da cidade, com 220 leitos; de três Unidade de Pronto Atendimento (UPAs), de 30 Unidades Básicas de Saúde (UBSs), 40 Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis), 33 ginásios de esportes nas dependências de escolas municipais e implantação de quatro escolas com educação integral, além da reforma ou ampliação de todas as 59 unidades escolares do município. O pai de Daniel Vilela (MDB), pré-candidato a vice-governador na chapa de Ronaldo Caiado (DEM), foi eleito em 2008 com 81% dos votos válidos e encerrou a mandato com 70% de aprovação.

Esta semana, Paulo também mostrou a má qualidade estrutural no Centro de Atenção Integrada à Saúde (Cais) Nova Era, localizado na Vila São Tomaz, Aparecida de Goiânia. As imagens divulgadas pelo ex-vereador mostram pontos de alagamento, acúmulo de lixo, mofos nas paredes, entre outros problemas. “A realidade é bem diferente do que propagam, muitos cidadãos ainda sofrem com falta de estrutura e qualidade dos serviços públicos”, destaca.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.