Câmara sinaliza que Plano Diretor deve ser retomado após eleições

Possível contaminação eleitoral preocupa parlamentares em meio a questionamentos sobre emendas coletivas

Foto: Reprodução

Para o presidente da comissão, Lucas Kitão (PSL), o calendário de votações do Plano Diretor precisará ser revisto após o pedido de vista do vereador Wellington Peixoto (DEM), já que se aproxima o período eleitoral.

“Precisamos ver como vai ficar para não ter intervenções eleitorais, para não deixar que seja contaminado por conta das eleições”, destacou.

De acordo com Kitão, a comissão gostaria de atender ao pedido do MP de votar na Mista para ter acesso às emendas. “Mas o projeto em tese só volta a ser debatido após as eleições”, completou.

Após o encerramento da reunião extraordinária da Comissão Mista, o assunto foi retomado na sessão ordinária. Vários parlamentares anunciaram a retirada de assinaturas em emendas coletivas. Clécio Alves defendeu a retirada da expansão e adensamento do projeto.

O vereador Denício Trindade (DEM) afirmou que a proposta deve ser mais analisada e retomada após as eleições ou até mesmo na próxima legislatura. Anderson Bokão fez coro e pediu a retirada de sua assinatura em quaisquer emendas feitas ao projeto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.