Câmara pode votar na próxima semana projeto que proíbe Uber em todo o País

Em vídeo, autor do projeto de lei, do PT, convoca taxistas para pressionar deputados. Assista

Está previsto para a próxima semana a apreciação na Câmara Federal de um requerimento de urgência para votar o Projeto de Lei 5587/16, que proíbe o Uber em todo o País. A informação é do deputado Carlos Zarattini (PT), autor do proposta.

Em um vídeo publicado em suas redes sociais, o parlamentar de São Paulo afirma ser fundamental que os taxistas pressionem os deputados para garantir a votação. Para ser aprovada, o requerimento deve receber voto favorável de 257 parlamentares.

“É fundamental que se procurem os deputados, porque esta é uma votação complicada. A Uber, como vocês sabem é uma multinacional com mais de 50 bilhões de dólares de capital. Tem recursos, vem fazendo uma propaganda violenta, e os deputados não são imunes a essa influência”, defende.

A intenção de Zarattini é aprovar a urgência na próxima terça-feira (6) e votar o projeto já na quarta, 7 de dezembro. Também para o dia 6 está prevista uma reunião do Grupo de Trabalho Taxistas e Aplicativos Digitais para tratar da matéria.

O Projeto de Lei 5587/16 assegura aos taxistas exclusividade no transporte individual de passageiros em todo o País. O texto torna ilegais todos os serviços prestados por motoristas privados mediante aplicativos digitais, como o Uber, sujeitando o infrator a penalidades e medidas administrativas previstas no Código de Trânsito Brasileiro.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.