Câmara Municipal quer reajuste de R$ 8 mi em verba da Prefeitura de Goiânia

Questionado se a gestão municipal teria dinheiro, o presidente da Casa, Anselmo Pereira (PSDB), afirmou: “Tem que pagar. O duodécimo é sagrado”

Presidente Anselmo Pereira (PSDB), na mesa diretora da Câmara Municipal. "Duodécimo é sagrado na Câmara!" | Foto: Câmara Municipal de Goiânia

Presidente Anselmo Pereira (PSDB), na mesa diretora da Câmara Municipal. “Duodécimo é sagrado na Câmara” | Foto: Câmara Municipal de Goiânia

*Com informações de Marcello Dantas

Os vereadores da Câmara Municipal de Goiânia devem votar na próxima quarta-feira (10/6), emenda na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para acrescentar quase R$ 8 milhões no duodécimo repassado pela prefeitura, sob gestão do prefeito Paulo Garcia (PT). O presidente da Casa, Anselmo Pereira (PSDB), disse que o texto deve ser apreciado com rapidez, já que é de interesse dos parlamentares.

Foram devolvidos para a prefeitura, no fim do ano passado, quando Clécio Alves (PMDB) era presidente, R$ 8 milhões remanescentes do último duodécimo. A intenção é voltar o valor para os cofres da Câmara. Isso porque, conforme Anselmo, foi feito um levantamento e, após atualizações de índices, há um déficit de R$ 7,9 milhões no valor do repasse. “Esses déficits vão acontecendo ao longo dos anos. Cabe a nós, e a nossa diretoria financeira, fazer a reivindicação.” Segundo tucano, o valor não é reajustado há quatro anos.

Ao ser questionado se a prefeitura, que tem feito cortes para equilibrar as contas, terá dinheiro, o presidente foi enfático: “É lógico. O duodécimo é sagrado; é direito da Câmara. E nesta Casa aqui se cumpre. Dia 20, vai ser pago”. Anselmo também explicou que o dinheiro ainda não foi utilizado porque o levantamento do déficit não havia sido feito.

Uma resposta para “Câmara Municipal quer reajuste de R$ 8 mi em verba da Prefeitura de Goiânia”

  1. O dúodècimo é sagrado Valorizar os professores não.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.