Câmara Municipal do Rio desiste de pedir afastamento de Jairinho da CCJ

Mesa Diretora da Casa segue orientação da Procuradoria com o intuito de evitar batalha judicial. Câmara espera que a prisão temporária por 30 dias faça o vereador perder sessões e assim ser excluído do colegiado por faltas

Jairinho Souza e Monique Medeiros | Foto: Reprodução

A Mesa Diretora da Câmara Municipal do Rio de Janeiro desistiu de pedir o afastamento do vereador Dr. Jairinho da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) da Casa.

A decisão segue uma orientação da Procuradoria da Câmara com o intuito de evitar uma batalha judicial. A expectativa é de que a prisão temporária do vereador, por 30 dias, o impeça de comparecer às sessões e assim ele seria expulso do colegiado por faltas.

Jairinho era o único vereador eleito pelo Solidariedade na Câmara Municipal do Rio, mas foi expulso pela sigla na última quinta-feira, 8, após ser preso acusado de envolvimento na morte do enteado Henry Borel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.