Câmara Municipal de Goiânia aprova decreto de calamidade pública

Medidas se juntam a outras já determinadas pelo prefeito Iris Rezende, cujo objetivo é conter o avanço do novo coronavírus na capital

Foto: Reprodução

A Câmara Municipal de Goiânia aprovou nesta terça-feira, 24, o decreto de calamidade pública enviada pelo prefeito Iris Rezende (MDB) em razão da pandemia do Covid-19. A votação foi marcada por elogios dos parlamentares ao governador Ronaldo Caiado (DEM) pelas medidas enérgicas adotadas em Goiás para conter o avanço do coronavírus.

O principal objetivo do reconhecimento de calamidade pública, que vale até 31 de dezembro de 2020, é permitir a contratação de servidores temporários para Saúde, bem como remanejamento de recursos para área.

O decreto prevê ainda a suspensão dos termos da Lei de Responsabilidade Fiscal para o período de vigência do documento, além de adiar o concurso público municipal com 1.531 vagas para as secretarias municipais de Educação, Saúde, Assistência Social e Guarda Civil Metropolitana.

Também foi aprovada na sessão desta terça-feira, 24, a possibilidade de realização de sessões virtuais pela Casa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.