Câmara irá investigar contrato da Triunfo Concebra para administração da BR-153

Segundo vereadores, estão previstas contrapartidas que, até agora, não saíram do papel, como a construção de um viaduto próximo ao aeroporto

Os vereadores Alysson Lima (PRB) e Elias Vaz (PSB) querem que a Câmara tenha uma Comissão Especial para averiguar o cumprimento dos termos do contrato da Triunfo Concebra para administração de trechos da BR-153. Durante essa semana, o anúncio de que nos pedágios da operadora aumentariam causou polêmica na Câmara.

Segundo Elias, a fiscalização é necessária porque há alguns pontos da concessão que já teriam ultrapassado o prazo previsto inicialmente. “Queremos fazer uma investigação sobre se aquilo que está previsto no contrato está sendo cumprido. Primeiro: Se os repasses para a prefeitura, a nível de obrigação contratual, estão sendo feitos. Segundo: Aquilo que era obrigação, já foi entregue?”, questionou o vereador.

Entre as contrapartidas que já deveriam ter sido entregues está, por exemplo, um viaduto que deveria, conta Elias, ter sido construído há mais de um ano. “Tem também a transferência da BR para fora da cidade, criando um arco para evitar que nós tenhamos a continuidade desse absurdo que é ter uma BR passando no meio da cidade”, lembrou ele.

Para Alysson, o aumento da tarifa não é justificada porque ela recebeu a via em bom estado. “A Triunfo Concebra recebeu a rodovia totalmente duplicada e em ótimas condições, com asfalto de qualidade. A Câmara tem o dever de cobrar as obras previstas para o município e investigar o por quê de não estarem sendo construídas. É preciso apurar tudo que está estipulado como contrapartida pela cobrança do pedágio”, afirmou.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.