Câmara derruba veto de Iris a projeto de incentivo a empresas de tecnologia em Goiânia

Vereadores também derrubaram de forma unânime outro veto a projeto que autoriza agentes comunitários a residirem em bairros diferentes dos quais atuam

O plenário da Câmara derrubou, na manhã desta quarta-feira (20/12), dois vetos do prefeito Iris Rezende (PMDB). Um deles foi ao projeto que garante incentivo fiscal a empresas de tecnologia de Goiânia. A votação teve 22 votos pela derrubada, contra zero pela manutenção e zero abstenção.

O projeto de lei de autoria do vereador Lucas Kitão altera a lei de 2006 que institui o Programa Municipal de Apoio ao Empreendimento Digital de Tecnologia de Informação e Comunicação
Suprime. A mudança retira a expressão “até”, fixando o percentual de 60% de redução da base de cálculo do Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza (ISSQN) para novas empresas do ramo de tecnologia.

A justificativa do prefeito para vetar a matéria que o projeto acarretaria renúncia de receita. O relatório da CCJ, de autoria do vereador Jorge Kajuru (PRP), porém, foi contrário ao entendimento do prefeito e pela derrubada do veto

Outro veto rejeitado pelos vereadores nesta quarta-feira (20/12) foi ao projeto de autoria do vereador Vinícius Cirqueira (Pros), que autoriza agentes comunitários de saúde a residirem em setores diferentes dos bairros que atuam. Representantes da categoria lotaram as galerias em apoio à derrubada do veto, aprovada também por unanimidade.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.