Câmara de Goiânia prorroga CEI que apura irregularidades na SMT

Vereadores agora terão até outubro para concluir a investigação na pasta

A Câmara Municipal aprovou a prorrogação do trabalho da Comissão Especial de Inquérito (CEI) que apura irregularidades na Secretaria Municipal de Trânsito por mais 120 dias. Os vereadores agora terão até outubro para concluir a investigação.

A comissão foi instalada no dia 27 de março e é formada por sete vereadores. O presidente é Elias Vaz, do PSB, e o relator é o delegado Eduardo Prado (PV). Até agora, 16 pessoas prestaram depoimento e uma servidora e um ex-gerente da SMT foram ouvidos como colaboradores. Na quinta-feira da próxima semana, os vereadores começam a ouvir ex-secretários municipais de Trânsito.

A CEI já investigou contrato da SMT para compra de sete mil cavaletes que nunca foram entregues e também ouviu representantes da Trana Tecnologia, que operou fotossensores em Goiânia até maio deste ano, e da Eliseu Kopp & Cia, que venceu a licitação para prestar o serviço na capital a partir deste ano.

O trabalho dos vereadores resultou numa revisão do contrato com a Kopp e na redução do valor em R$5,3milhões. “Foi um passo muito importante. A investigação gerou economia para o Município e comprovou que um trabalho sério pode trazer retorno para a sociedade”, afirma o presidente da CEI, vereador Elias Vaz. (Com informações da assessoria do vereador Elias Vaz)

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.