Câmara de Goiânia aprova reforma da Previdência sob protesto de servidores

Sessão foi marcada por tensão e embate entre os vereadores e os servidores que lotaram as galerias da Casa de leis

Divulgação

Por 18 votos favoráveis e 17 contrários, a Câmara de Goiânia aprovou em primeira votação no início da tarde desta quinta-feira (6/9) o projeto de lei que trata da reforma da Previdência municipal.

A sessão foi marcada por tensão e embate entre os vereadores e os servidores que lotaram as galerias da Casa de leis. Os opositores alegam que a gestão do prefeito Iris Rezende (MDB) articulou para cooptar parlamentares a favor da matéria.

O texto segue agora para a Comissão do Trabalho e depois para segunda votação no plenário.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

jose

esses vereadores que votam contra o trabalhador nao sera eleito nunca mais . isso aconteceu com os que votaram em favor do aumento do iptu

SÍLVIO DA FEDERAL

CONCORDO PLENAMENTE ! PARLAMENTARES QUE TIRAM OS DIREITOS DOS TRABALHADORES DEVERÃO SER ELEITOS NOS QUINTOS DOS INFERNOS ! VERMES !