Câmara aprova projeto que torna Pit Dogs patrimônio histórico e cultural de Goiânia

Caso texto seja aprovado em segundo turno, prefeitura fica impedida de remover ou modificar estabelecimentos sem autorização do Iphan

A Câmara Municipal de Goiânia aprovou nesta terça-feira (24/4) em primeira votação, projeto de lei que torna os Pit Dogs patrimônio histórico e cultural da cidade. Se aprovado em segundo turno, os estabelecimentos serão tombados como patrimônio e não poderão ser removidos ou modificados sem autorização do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

A matéria, de autoria dos vereadores Alysson Lima (PRB) e Zander Fabio (Patriotas), foi apresentada depois de ação da Prefeitura de Goiânia que demoliu um pit dog no Setor Marista, alegando que o local não cumpria regras estabelecidas pelo município.

À época, o Sindicato dos Proprietários de Pit Dogs (Sindipitdog) alegou que a ação da gestão do prefeito Iris Rezende (MDB) se deu devido a interesses econômicos após a chegada dos food trucks em Goiânia.

“Podemos citar algumas razões pelas quais os pit dogs são um patrimônio cultural e gastronômico da cidade de Goiânia: são lugares democráticos, frequentados por todas as classes sociais; seu produtos são comercializados por um excelente custo beneficio; proporcionam um momento de lazer para as famílias, em pleno ar livre; durante décadas fazem parte dos usos e costumes dos goianiense, são comércios que estão há décadas no mesmo ponto e já se incorporaram à paisagem, aos hábitos dos goianienses”, justificam os vereadores no projeto.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.