Câmara aprova projeto que restabelece contratos de servidores temporários da Educação

Projeto foi apresentado pela Prefeitura e funcionários deverão receber salários retroativos aos meses em que os contratos foram suspensos

Foto: Divulgação.

Foi aprovada na Câmara Municipal o projeto 037/2020, de autoria da prefeitura de Goiânia, que reativa os contratos interrompidos dos servidores da Educação. Com a queda na arrecadação e os investimentos em leitos, insumos, medicamentos e aparelhagem para o enfrentamento da Covid-19, a prefeitura havia cortado gastos, dentre eles a suspensão dos contratos temporários da Educação.

“Acabamos de aprovar o projeto dos temporários e estou levar à prefeitura o autógrafo de lei. A oposição, por meio da Priscila Tejota, tentou apresentar uma emenda retroagindo para abrir os pagamentos, mas nós já rejeitamos por maioria e agora é só o prefeito sancionar”, informou o vereador Wellington Peixoto (DEM).

O mínimo pago pela prefeitura aos trabalhadores será o salário mínimo de R$ 1.045,00. Professores deverão receber R$ 1.400,00. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.