Texto foi aprovado por unanimidade e tem objetivo de incentivar pesquisa e discussão sobre uso medicinal da substância

Cannabis. Foto: Reprodução

A Câmara Municipal aprovou, nesta quarta-feira (17), em primeira votação, o projeto que institui o Dia Municipal da Cannabis em Goiânia. Com objetivo de incentivar a pesquisa e a discussão sobre o uso medicinal da substância, os parlamentares pretendem integrar a data no calendário oficial da cidade no dia 27 de novembro.

A data selecionada é também o Dia Nacional do Combate ao Câncer. A seleção foi idealizada por ativistas que entendem que o medicamento tem grande efetividade no alívio de sintomas provocados pela quimioterapia.

O texto é de autoria do vereador Lucas Kitão (PSL). Na primeira votação, o projeto foi aprovado por unanimidade. A tramitação continuará na Casa. A intenção é instruir a população sobre a regulamentação e a distribuição de medicamentos à base de cannabis.

O vereador autor do projeto acredita que a data ajudará pacientes que necessitam do tratamento a lutarem contra o preconceito em volta do tema. “A inclusão no Calendário Oficial do Município vai permitir que ações sejam promovidas por instituições públicas ou privadas que poderão promover atividades de caráter educacional na cidade que é referência em todo o Brasil desde a aprovação da regulamentação destes medicamentos na capital”, explicou o Lucas Kitão.  

A intenção é que sejam realizados debates, palestras, distribuição de material informativo e atos públicos na capital. 

Os vereadores William Veloso (PL) e Anselmo Pereira (MDB), que é farmacêutico, parabenizaram o vereador Lucas Kitão pela proposta e destacaram a importância deste tipo de medicamento para a população.