Call Center em Palmas é interditada com base no decreto municipal

Segundo o órgão da Secretaria Municipal da Saúde, foram diagnosticadas “diversas irregularidades quanto às condições sanitárias e de higiene oferecidas aos colaboradores”

Foto: Divulgação

A Vigilância Sanitária de Palmas interditou na quinta-feira, 19, a empresa de call center TEL Telemática. Segundo o órgão da Secretaria Municipal da Saúde, foram diagnosticadas “diversas irregularidades quanto às condições sanitárias e de higiene oferecidas aos colaboradores”. A interdição se deu com base nos decretos da prefeita Cinthia Ribeiro (PSDB) que declararam situação de emergência em saúde pública no município por conta do Covid-19.

Conforme a Vigilância Sanitária, os funcionários estavam trabalhando em condições insalubres, com grande quantidade de pessoas ocupando um espaço inadequado, sem oferecer insumos de higienização das mãos, das superfícies de objetos manuseados por várias pessoas e do ambiente em geral.

A TEL Telemática foi notificada pela Visa, que cobrou a apresentação do plano de contingência e execução para sanar as irregularidades, mas os responsáveis, de acordo com o órgão da prefeitura, não apresentaram o documento. Como consequência, a empresa foi interditada até apresentar o plano e se adequar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.