Cairo Salim e Charles Bento sinalizam que podem disputar eleições pelo MDB

Pelos menos dois parlamentares de legendas menores cogitam ingressar no partido de Daniel Vilela 

Cairo Salim, atualmente no Partido Republicano da Ordem Social (PROS), e Charles Bento, do Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB) sinalizam migrar para o Movimento Democrático Brasileiro (MDB). Para Salim, tudo indica, que no partido de Daniel Vilela se manterá apenas o deputado Henrique Arantes, ex- Partido Trabalhista Brasileiro (PTB). Ao Jornal Opção, Salim disse ser uma oportunidade de reeleição pela legenda, que está na base do governador Ronaldo Caiado (UB). “Paulo Cesar e Humberto Aidar [para o TCM] estão de saída. Quem resta? Henrique Arantes, que teve votação semelhante a minha”, salienta. Em 2018, Salim obteve 18.579 votos e Arantes 20.556.

Os parlamentares têm até dia 1º de abril para trocar de partido, durante a janela partidária, sem perder o mandato. Segundo Salim, se não for para o MDB, há outros partidos, como o Partido Liberal (PL). Ele garante que a única condição para se filiar à legenda da deputado Magda Mofatto é não ter como cabeça de chapa o prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha (sem partido). Questionado se iria para o União Brasil (UB), respondeu que se trata de um partido “pesado”.  

Na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), o UB conta com os deputados Álvaro Guimarães, Chico KGL, Dr. Antônio, Iso Moreira, Paulo Trabalho e Tião Caroço. O grupo, de certa maneira, inibe a entrada de outros colegas, com exceção do líder governista Bruno Peixoto. Nos bastidores comentam-se que ele irá para o partido de Caiado.

Com isso, a previsão é de que o MDB sofra esvaziamento de deputados se consolida. Confirmado para deixar o partido está Paulo César (40.970 votos em 2018), e outro, provavelmente, o substituto de Humberto Aidar, Max Menezes (30.389 votos em 2018), principal motivo ser apoiador do prefeito Gustavo Mendanha, assim uma janela emedebista de oportunidades se abre neste período.  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.