Caiado vai a posto de vacinação e pede que idosos voltem para casa

“É como se você fizesse de tudo para o vírus não atingir essa faixa da população e, de repente, você ver todo esse trabalho cair por terra”, disse o governador em entrevista à rede de televisão

Idosos se aglomeram para vacinar contra H1N1 em Goiânia / Foto: Governo de Goiás/ Divulgação

Com  o início das vacinações contra H1N1, os postos amanheceram lotados de idosos na manhã desta segunda-feira, 23, em Goiânia. Mesmo com demarcações determinando a distância entre as pessoas, grande parte não obedeceu e se colocou em risco de contaminação por coronavírus. Diante dessa situação, o governador Ronaldo Caiado (DEM) foi até um destes pontos, o Campo do Goiás Esporte Clube, e com um megafone do carro do Corpo de Bombeiros pediu aos idosos que deixassem o local para evitar a aglomeração.

Em entrevista à Rede Record, o governador se posicionou: “A faixa de maior risco, que nós estamos lutando para isolar de todo jeito, que são os idosos, as pessoas ficam ali horas e horas a fio, já que não consegui devolvê-las em casa, pedi que fossem a outros postos de saúde para tomar a vacina”.

“O que ocorreu hoje pela manhã, com esse processo de vacinação, me entristeceu profundamente. É como se você fizesse de tudo para o vírus não atingir essa faixa da população e, de repente, você ver todo esse trabalho cair por terra, porque as pessoas estão lá todas agrupadas. É importante que as pessoas tenham um pouco de paciência. Não façam desta maneira. Por favor, sigam as regras que estamos falando. Estou falando como médico. Sigam essa rotina”, clamou o governador.

Ele ainda aproveitou para chamar atenção daqueles que aproveitaram a quarentena para viajarem para cidades do interior. “Outro pedido que faço é a essas pessoas que estão indo para Aruanã, Buriti Alegre, para áreas de praias, rios e represa. Já estão todas interditadas. A nossa polícia já está avisando. Não pense que isso é período de lazer e de férias. Se o cidadão tem propriedade rural e vai até lá para ficar resguardado, pode. Mas se for para passear, não podem sair. Senão estaríamos quebrando a finalidade da nossa quarentena”, repreendeu.

Descentralizado

Por meio de nota a Secretaria Municipal de Saúde, disse que a vacina contra Influenza está sendo feita de forma descentralizada em 73 locais espalhados pela cidade. “Quanto à aglomeração registrada no dia de hoje no campo do Goiás, historicamente esse local é um dos mais procurados e a circulação da notícia falsa de que irá faltar vacinas contribuiu para a situação”diz

A nota ainda afirma que as equipes de vacinação no local foram reforçadas e às 14h já não havia mais fila.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.