Caiado sobre anulação da votação do impeachment: “Sem valor algum”

Para senador, medida é “ato de desespero” tanto do presidente interino da Câmara, Waldir Maranhão, quanto do governo Dilma Rousseff

| Foto: Ana Volpe/Agência Senado

Caiado reafirmou que votação no Senado na quarta-feira será mantida | Foto: Ana Volpe/Agência Senado

O senador Ronaldo Caiado (DEM) desqualificou, em comentário no Facebook, a decisão do presidente interino da Câmara dos Deputados, Waldir Maranhão (PP), que anulou a votação do processo de impeachment na Casa. Segundo ele, a medida de Waldir não tem valor e é uma tentativa de conseguir cinco minutos de fama.

“A decisão do plenário é soberana e ele sabe disso. Entrou apenas num jogo para atender seus patrões”, escreveu. Caiado destacou que como o processo já está no Senado, não é mais assunto da Câmara dos Deputados. “A matéria já não diz respeito à Câmara e é preciso respeitar a soberania do Senado Federal, onde ele não tem qualquer poder”, argumentou.

Reafirmando a votação do impeachment, que, até o momento, está mantida para esta quarta-feira (9/5), Caiado afirmou que o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), pode inclusive ignorar o que chamou de “ato de desespero de Waldir Maranhão e do Governo”.

O presidente interino acatou recurso da Advocacia-Geral da União (AGU), que questionava legitimidade do processo e declarou nula, nesta segunda-feira (9), a votação que determinou, no último dia 17 de abril, a continuidade do impeachment de Dilma Rousseff (PT) no Congresso Nacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.