Caiado participa de inauguração da nova sede do MPGO, em Aparecida

Na interpretação do governador, a complacência com a corrupção pode trazer problemas “gravíssimos” à população, pensando nisso, Caiado assegurou que o MPGO poderá contar sempre com a parceria de seu governo

Foto: Reprodução

O governador Ronaldo Caiado (DEM), participou, na manhã desta sexta-feira, 27, de uma solenidade que marcou a inauguração da nova sede do Ministério Público de Goiás (MPGO) no município de Aparecida de Goiânia.

Ao lado de diversas autoridades, o democrata comemorou a conquista do Estado e de todos os aparecidenses. Na interpretação do governador, a complacência com a corrupção pode trazer problemas “gravíssimos” à população, pensando nisso, Caiado assegurou que o MPGO poderá contar sempre com a parceria de seu governo.

“É um compromisso, eu diria, de vida. Como governador digo que conseguiremos combater a criminalidade e a corrupção no Estado. Assim devolveremos Goiás a todos os que aqui habitam dando dignidade e cidadania a cada um dos goianos. Isso só é e será possível graças a essa instituição [Ministério Público] criada pela Constituinte de 1988. Graças a isso, vocês possuem as prerrogativas necessárias para fazer com que a sociedade saiba de que maneira esta sendo aplicado cada centavo que o cidadão paga em forma de imposto”, declarou o governador.

Posteriormente, Caiado chamou atenção para a redução dos índices de criminalidade no Estado, em especial no município de Aparecida. “Esse é um fator que não podemos abrir mão. Essa é uma condição mínima para dignidade da pessoa. Hoje, o que vemos aqui é que as pessoas podem circular novamente. Já diminuímos mais de 70% dos índices de criminalidade em regiões específicas aqui de Aparecida”, finalizou.

O prefeito do município Gustavo Mendanha (MDB) foi representado na solenidade pelo procurador-geral da cidade, Fábio Camargo. “Venho em nome do prefeito trazer um braço caloroso. Ele infelizmente não pôde vir por estar envolvido em questões eleitorais, mas prometeu que irá visitar as instalações o quanto antes”, assegurou o procurador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.