Segundo governador, as polícias do Estado agem com celeridade para prender o autor do crime, que está foragido

Caiado diz que discutir se nazismo é de esquerda ou direita é irrelevante
Foto: Júnior Guimarães

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), lamentou pelo Twitter a morte do professor Bruno Pires de Oliveira, esfaqueado Colégio Estadual Machado de Assis, em Águas Lindas. “Todo Estado de Goiás está de luto. (…) Que nossas orações ajudem a trazer conforto à família do professor e à comunidade escolar”.

Ele também escreveu que as polícias do Estado agem com celeridade para prender o autor do crime. “E a secretária Fátima Gavioli e equipe da Seduc estão no local, prestando toda a assistência que é possível em tais circunstâncias”.

Caiado ainda aproveitou para publicar mensagens e em sequência pedindo paz nas escolas. “Não podemos mais conviver com a violência nas nossas escolas. Construir a cultura da Paz no ambiente escolar é um desafio grande e urgente. É tarefa de todos nós, ou a Paz não será de ninguém”.

Segundo informações da Polícia Civil, o suspeito é aluno do 9º da escola. O professor foi esfaqueado pelo suposto autor e teve fígado perfurado. Bruno chegou a ser enviado ao hospital local, mas não resistiu. O estudante está foragido.