Caiado entrega representação contra Enel ao procurador-Geral da República

Governador pede condenação por danos morais coletivos “causados à população goiana”

O governador Ronaldo Caiado (DEM) entregou, nesta segunda-feira, 2, uma representação contra a Enel Goiás ao procurador-Geral da República, Augusto Aras. ele pede que a empresa seja condenada por “danos morais coletivos causados à população goiana”.

“De há muito, como é do conhecimento da Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL, que a concessionária Celg Distribuição S.A – CELG D, controlada pela Enel Brasil S.A., não vem prestando à população goiana um serviço público de qualidade, nem mesmo garantindo o mínimo aceitável. Os transtornos à sociedade são de grande monta e a perspectiva para a solução não tem se desenhado”, diz em ofício.

No documento ele enumera as tentativas de negociação com a empresa, que, segundo o governador, não foram bem sucedidas.

“São por estas razões, e por outras que poderão surgir da atuação ministerial, que pugnamos para que o Ministério Público Federal se utilize dos instrumentos legais para compelir o concedente e a concessionária a prestarem o adequado serviço público de distribuição de energia elétrica, bem assim para que sejam condenados por danos morais coletivos causados à população goiana”, finaliza.

A Enel afirma que ainda não foi notificada.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.