Caiado diz que ex-presidente Lula é um “mentiroso contumaz”

No Twitter, democrata chama petista de “pobre milionário” e reforça que Lula “se faz de coitado”

Caiado diz que discutir se nazismo é de esquerda ou direita é irrelevante

Governador de Goiás, Ronaldo Caiado / Foto: Júnior Guimarães

Desde que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva deixou a superintendência da Polícia Federal, o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), tem criticado algumas atitudes do petista que fez palanque para militância em Curitiba e no ABC paulista. Conforme mostrado pelo Jornal Opção, Lula foi solto pela Justiça Federal após o Supremo Tribunal Federal (STF) suspender autorização para prisão em segunda instância.

Na noite do último domingo, 10, o democrata usou o Twitter para registrar, novamente, sua indignação. Em trecho de uma sequência de publicações, o democrata afirmou que Lula é “um mentiroso contumaz”. “Mesmo após passar 580 dias na prisão ele tenta enganar o Brasil. Se faz de coitado e diz que esteve na ‘solitária’. Mas ficou numa cela especial (privilégios nunca antes vistos nesse País!) e apenas nos 6 primeiros meses recebeu mais de 570 visitas”, disse.

Caiado também aproveitou para falar sobre o acúmulo de bens do petista. Apesar de Lula dizer que não acumulou bens durante sua trajetória política — em discurso no sindicato dos metalúrgicos no ABC paulista Lula disse que poderiam virá-lo de cabeça para baixo que não cairia $1 centavo de seu bolso —, o democrata lembrou que a justiça declarou “um patrimônio de R$ 7,9 milhões em 2018” associado ao petista. “Corrigido pela inflação, quase 5x mais do que 2006, quando foi reeleito. Um pobre milionário”, pontuou.

Após um novo post em que o governador lembra do sequestro judicial nas contas de Lula e Marisa, em julho de 2017, “no montante de até R$ 13.747.528,00”, Caiado dispara: “Isso fora as propinas, sítio, tríplex e outras acusações e condenações que Lula sofre por corrupção. E ainda pediu para brasileiros irem às ruas, a exemplo do Chile. Foram, mas para protestar contra o presidiário fora momentaneamente da cela. Brasil sabe e repudia crimes de Lula”. Veja:

O ex-presidente estava preso desde abril de 2018 e, assim que saiu a decisão do STF, na última quinta-feira, 7, sua defesa ingressou com o pedido de soltura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.