Caiado diz que estrutura do HMI é inaceitável e busca parceria para redirecionar atendimentos

Governador classificou estrutura da enfermaria do Materno Infantil como “algo calamitoso e inaceitável”

Foto: Lívia Barbosa | Jornal Opção

O governador Ronaldo Caiado (DEM) falou nesta terça-feira, 5, sobre a realidade do Materno Infantil. Para ele, a situação no hospital é péssima, por isso busca redirecionar alguns serviços para outras unidades na capital.

“Vamos achar alternativas de funcionamento com melhor qualidade para as mulheres, crianças e recém-nascidos que lá estão”, afirmou o governador.

Segundo Caiado, o secretário de Saúde Ismael Alexandrino tenta viabilizar o centro cirúrgico do Hugol e realizar convênios com outros hospitais para assegurar a realização das cirurgias mais urgentes.

“Também vamos tentar instalar as UTIs no Hugol ou outro local para que ela saia do Materno Infantil”, explicou o governdor.

O governador classificou a situação da enfermaria de mulheres grávidas como “algo calamitoso e inaceitável”, por isso o Estado está buscando, nesse momento, outros locais em Goiânia para serem vinculados a essa área específica.

Segundo informações, a Santa Casa teria oferecido um espaço para o funcionamento do atendimento às grávidas, outra possibilidade seria o convênio com uma maternidade ligada à prefeitura de Goiânia.

“São essas alterações que estamos olhando para garantir um atendimento com qualidade e dignidade aos pacientes. Vamos resgatar o prestígio do Materno Infantil. Esse é um compromisso que temos: construir algo emblemático daquilo que é referência no Estado, a medicina do Materno Infantil”.

Uma resposta para “Caiado diz que estrutura do HMI é inaceitável e busca parceria para redirecionar atendimentos”

  1. ziro disse:

    A reforma do Posto de Saúde do Jardim América de Goiânia, que já deveria ter sido entregue p/ a população desde abril/2018, é observando diariamente que Prefeito o está transformando numa obra interminável, precisamente num barracão coberto com telhado insalubre de “telha Eternite”, com a área cercada com alambrado de porcos. Não sei se as autoridades Estatais tem esse sentimento, mas eu estou me sentido envergonhado com tal obra de suma importância para o contribuinte. Será que o cidadão que paga uma fortuna, digo, uma das maiores cargas tributárias da galáxia não merecia coisa melhor? Será que as autoridades vão ter coragem de inaugurar isso? Falando em obra, na mesma época foi iniciada a reforma da sede do Tribunal de Justiça de Goiás contendo estacionamento privativo para as autoridades Estatais, e adivinhem o que aconteceu, é isso mesmo já está pronta, um luxo só, coisa que se vê nos melhores condomínios horizontais, ou seja, estacionamento para autoridades é prioridade em relação a construção de posto de saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.