Caiado desconversa sobre ação contra Fundo Previdenciário e deixa servidores em alerta

Advogado da coligação do senador entrou na Justiça para barrar direito. PGE vai recorrer da decisão

Foto: Mayara Carvalho/Jornal Opção

O pré-candidato ao governo de Goiás pelo DEM, Ronaldo Caiado, desconversou sobre uma ação na Justiça, proposta pelo advogado de sua coligação, que busca impedir a formação de fundo que garante aposentadoria de servidores do estado.

Durante convenção do Democratas em Goiás, em evento no clube Jaó, em Goiânia, neste sábado (4/8), o senador ignorou o questionamento da repórter do Jornal Opção sobre o assunto e afirmou apenas que “a coligação, graças à articulação política, surpreendeu positivamente”.

A proposta de criação do Fundo Previdenciário dos Servidores do Estado de Goiás, que assegura o pagamento das aposentadoria e libera recursos para novos investimentos em saúde, educação e segurança pública é do governador José Eliton (PSDB), também pré-candidato à reeleição.

O advogado autor da ação é Alexandre Alencastro Veiga Hsiung, advogado do Podemos e marido da ex-procuradora-geral de Goiânia Anna Vitória Caiado, filha de Ronaldo Caiado.

A Procuradoria Geral do Estado (PGE), por determinação do governador José Eliton, já anunciou que vai recorrer da decisão de Caiado e de seus advogados de partido.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.