Caiado defende preservação do Rio Araguaia em encontro de reflexão sobre a Amazônia

Ambientalista reforça a importância dos rios goianos, considerados cabeceiras de muitos rios na Amazônia

Goiás esteve presente no encontro de ambientalistas, generais do Exército e políticos para uma reflexão sobre o futuro de um tesouro nacional: a Amazônia brasileira. A convite do secretário Nacional de Segurança Pública, general Guilherme Theophilo, o governador Ronaldo Caiado (DEM) participou do evento promovido pela Fundação Amazonas Sustentável e Federação das Indústrias do Estado do Amazonas_Jornal Opção
Foto: Reprodução

Goiás esteve presente no encontro de ambientalistas, generais do Exército e políticos para uma reflexão sobre o futuro de um tesouro nacional: a Amazônia brasileira. A convite do secretário Nacional de Segurança Pública, general Guilherme Theophilo, o governador Ronaldo Caiado (DEM) participou do evento promovido pela Fundação Amazonas Sustentável e Federação das Indústrias do Estado do Amazonas na noite deste sábado, 6.

Um dos criadores do movimento Amazônia para Sempre, o ator Victor Fasano elogiou a ideia de implantar em Goiás um parque ao longo da área do rio Araguaia, algo em torno de dois mil quilômetros atravessando o Cerrado e a Amazônia. “É um projeto lindíssimo que surgiu em Goiás e que une os fazendeiros com os ambientalistas para a preservação e a produção”, comemorou Fasano.

“Temos o compromisso com o meio ambiente de recuperar o nosso rio Araguaia. Ver aquele rio, que é uma referência do nosso estado de Goiás, sendo uma referência mundial”, projetou. E o governador enfatizou que deseja o apoio de o idealizador do ‘Amazônia para Sempre’ na execução dessa tarefa.

Engenharia florestal e PhD em biologia pela Universidade de Harvard, o ambientalista Virgílio Viana, da Fundação Amazônia Sustentável, reforçou a importância dos rios goianos, considerados cabeceiras de muitos rios na Amazônia e outras bacias hidrográficas brasileiras. Para Viana, é essencial proteger as nascentes e áreas de mata ciliar, além dos espaços de recarga de aquíferos são fundamentais para a preservação da água.

Os governadores Antonio Denarium (Roraima), general Marcos Rocha (Rondônia) e Wilson Lima (Amazonas) também participaram. O general Augusto Heleno, ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional, comentou a importância do encontro entre os governadores, militares e representantes do governo federal.

General Heleno salientou que o foco é provocar uma união de ideias, princípios e valores para a condução das regiões do Brasil. “[O encontro] é para buscarem essa identidade e perseguir os mesmo objetivos. Não é fácil, o país é grande demais, mas temos problemas comuns que têm de ser tratados de forma coletiva”, apontou

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.