Caiado contesta CEO da Caoa que afirma gerar mais de 80 mil empregos em Goiás

Carlos Alberto, CEO da montadora que fica em Anápolis, afirmou que fecharia as portas caso ocorra redução nos incentivos

Após o CEO Carlos Alberto da montadora Caoa, localizada em Anápolis, afirmar que fechará as portas e deixará Goiás caso ocorra redução nos incentivos, o governador eleito Ronaldo Caiado disse que a empresa gera apenas 1414 empregos. “Acabei de receber um levantamento da Sefaz que contraria a informação dita por ele de que a Caoa gera 80 mil empregos”, disse.

Para Caiado, é preciso que haja uma ponderação entre os benefícios que Goiás já concedeu e a contrapartida por parte das empresas. “Precisamos garantir que haja uma reciprocidade nessa relação”, falou o governador.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.