Caiado anuncia R$ 1,5 bi de investimentos de montadora em Anápolis

Governador salientou a importância dos incentivos fiscais para o desenvolvimento econômico no Estado

Ronaldo Caiado, governador de Goiás | Foto: Divulgação

O governador Ronaldo Caiado (DEM) anunciou na tarde desta segunda-feira, 23, o investimento de R$ 1,5 bilhão da Caoa em Anápolis. O democrata salientou a importância dos incentivos fiscais para o desenvolvimento econômico no Estado e reforçou o trabalho logístico para atrair empresas para as diferentes regiões de Goiás.

“Foram dois anos de trabalho para renegociação da dívida e reinserção do Centro-Oeste na concessão de incentivos fiscais. Ver essa lei sancionada traz alegria a todos os trabalhadores e famílias da montadora”, disse Caiado. “Anápolis se transformou em um polo que dará um diferencial que é melhor que estar no litoral”, completou

O investimento tem relação com a emenda à Medida Provisória 987/20, aprovada na Câmara dos Deputados em setembro, que prorrogou até 2025 a concessão de incentivos fiscais às montadoras de veículos instaladas na região Centro-Oeste do Brasil. Com isso, foram beneficiadas a Caoa Hyundai em Anápolis e a Mitsubishi em Catalão. A MP, até então, excluía o Centro-Oeste da prorrogação.

O prefeito de Anápolis, Roberto Naves (PP), lembrou das parcerias que a prefeitura tem com a montadora, com dois caminhões doados, o que aumentou expressivamente as doações de alimentos para famílias carentes. Segundo, o progressista foram pelo menos 6 mil cestas de verduras nos últimos anos.

“Parceria é tudo. A busca pela lei de incentivo garantiu emprego de mais de 1,6 mil trabalhadores que estavam em risco. Brigamos juntos para manter a lei dos incentivos. Isso garantiu o investimento de R$ 1,5 bilhão à nossa cidade”, aponta.

Secretária da Economia, Cristiane Schmidt, reforçou que Goiás passa por um momento fiscal delicado, mas ainda assim buscou incentivos fiscais para as montadoras instaladas no Estado. “Superamos as divergências sobre a forma como seria feito a revisão dos incentivos fiscais e conseguimos acertar as questões”, avalia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.