Caiado afirma que contas do Fica 2018 estão sendo auditadas e anunciou pagamento de premiados

“Indícios de irregularidade”, afirmou. Realização da edição de 2019 permanece incerta

Governador cumpre agenda na cidade de Goiás, casa do FICA Foto: Reprodução

O governador Ronaldo Caiado (DEM) anunciou que a Controladoria e a Procuradoria Geral do Estado estão auditando as contas do Fica 2018, que, segundo ele, apresentam indícios de irregularidades.

“Enquanto se conclui a análise, que busca proteger o contribuinte goiano, nos autorizaram a pagar os premiados”, afirmou o governador. Ele também informou que a liberação do recurso está sendo providenciado pela Secult para pagar os R$ 388 mil das premiações. 

A Secult informou ao Jornal Opção que ainda não se sabe quais são essas irregularidades no entanto. 

Segundo a assessoria, o Fica 2018 custou R$ 3,3 milhões. A gestão passada teria repassado R$ 1,8 milhão para a Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip) responsável, o Instituto de Desenvolvimento Econômico e Sócio-Ambiental (Idesa), e R$ 1,5 milhão ficou em aberto. Porém, de acordo com a secretaria, apesar do valor recebido, a oscip não pagou nem as premiações, nem os fornecedores.

Portanto, agora, Caiado autorizou a pasta a pagar os R$ 388 mil referentes às premiações. Sobre o Fica 2019, disseram que o Governo busca parcerias e convênios para realizar o festival, além de um possível aporte junto ao Ministério da Cidadania.

O Idesa, no entanto, já disse que não foi possível repassar valores a artistas e técnicos que trabalharam no evento, além de hotéis e pousadas, porque a Oscip não recebeu os valores do Governo de Goiás. Segundo o presidente Paulo D´Avila Ferreira, além do Fica, a instituição tem recursos a receber relacionados ao Canto da Primavera e à Orquestra Filarmônica.

Jornal Opção entrou em contato, também, com o secretário de Cultura da época da realização do Fica, Marcos das Neves, que deixou a pasta logo após o festival. Segundo ele, os repasses não eram de responsabilidade da pasta que estava à frente na época, mas da Sefaz. 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Tieta Garcia

É necessário auditar os comissionados do TCE. O sr está fazendo vistas grossas, pq???la a irregularidade, o abuso é tremendo. Precisa EXONERAR esses apadrinhados.

Tieta Garcia

O sr governador Caiado se diz preocupado com as contas do Estado, mas, não preocupa nem move uma folha para demitir os COMISSIONADOS DO Tce? SO apadrinhados, salários exorbitantes, TODOS mantidos pelo os conselheiros Marconistas, pessoal desqualificado etc…..onde esta o seu pulso firme governador? demiti los é o mínimo q vc vai fazer, afinal quem te apoiou esta fora do seu governo.

MURILO PIMENTA ESTRELA

Sou um dos que trabalhou o FICA 2018 e até hoje não recebeu, esse dinheiro tem feito falta, espero que acertem logo para que eu possa colocar as contas em dia.