Caetano Veloso processa por danos morais e injúria racial mulher que o chamou de “macaco pedófilo”

Cantor acionou Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro contra Maria Carla Petrellis e pede uma indenização de R$ 30 mil

Caetano Veloso está processando por danos morais e injúria racial uma mulher que o chamou de “macaco pedófilo” em 2018. De acordo com a coluna de Ancelmo Gois, do jornal O Globo, o cantor acionou o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro contra Maria Carla Petrellis e pede uma indenização de R$ 30 mil.

Segundo as informações, os advogados de Caetano Veloso alegam que a mulher — que se apresenta nas redes sociais como farmacologista e pesquisadora do Laboratório de Biologia Molecular do Instituto Butantan — atacou a moral do artista, além de ter sido racista.

Maria Carla Petrellis respondeu a uma publicação com o print de uma nota da Folha de São Paulo em que Paula Lavigne declarou ter perdido a virgindade com o astro da MPB quando ela tinha13 anos e o cantor com 40.

“A prova do crime! Caetano Veloso macaco pedófilo!”, disse Maria Carla. A postagem continua no Twitter.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.