Butantan solicita início de testes da ButanVac em humanos

Cerca de 40 milhões de doses da vacina serão produzidas até o mês de julho. Se aprovada, pedido para uso emergencial deverá ser feito até o mês de setembro

Em entrevista coletiva, Dimas Covas, diretor do Butantan, afirmou que solicitou à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa),  que a vacina ButanVac comece a ser testada em humanos. As chamadas fases 1 e 2 do estudo clínico do imunizante devem durar cerca de 20 semanas. Um quantitativo de 1.800 voluntários serão mobilizados para a fase de testagem. 

“A vacina será rapidamente produzida aqui no Brasil e de maneira integral. Ela não depende da importação de nenhuma matéria-prima e sua capacidade de produção é bem alta”, ressaltou Dimas. Cerca de 40 milhões de doses dessa vacina começarão a ser produzidas a partir da semana que vem. Esses mesmos imunizantes ficarão guardados esperando a liberação de seu uso pela Anvisa. 

A ButanVac é uma vacina contra a covid-19 que está sendo produzida por um consórcio internacional, o qual tem por objetivo ampliar e baratear a produção desses imunizantes. Dimas Covas citou ainda que o provável mês para solicitação do uso emergencial da vacina em questão na população brasileira será setembro. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.