Bruno Peixoto diz que reforma da Previdência em Goiás só será enviada após aprovação da nacional

“Até mesmo por questão de constitucionalidade então com certeza tem que aguardar a publicação da reforma nacional”, afirmou

Deputado Bruno Peixoto (MDB) | Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

O líder do Governo na Assembleia Legislativa de Goiás, deputado Bruno Peixoto disse nesta quinta-feira, 17, que o proposta de Reforma da Previdência estadual só será enviada ao legislativo depois que a reforma nacional for aprovada em Brasília.

“Até mesmo por questão de constitucionalidade então com certeza tem que aguardar a publicação da reforma nacional”, afirmou.

A afirmação acontece um dia depois de o governador Ronaldo Caiado anunciar que a reforma seria enviada para a Casa na próxima segunda-feira, 21.

Nos bastidores, parlamentares já questionavam a legalidade da apreciação antes que a reforma nacional fosse definido. O deputado Alysson Lima (Republicanos) chegou a anunciar que entraria com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) caso o governador decidisse por antecipar o debate.

“Aqui em Goiás são quase 170 mil servidores entre ativos e inativos, mudar as regras sem um parâmetro federal pode prejudicar toda essa gente e depois tenho certeza que o Estado não vai querer indenizar ninguém”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.