Brasileiros na Ucrânia terão dois postos de atendimento para deixar país

Locais serão disponibilizados pelo Itamaraty para auxiliar na emissão de documentos de viagem e para facilitar resgate

Brasileiros que desejam deixar a Ucrânia contarão com dois postos de atendimento para facilitar a emissão de documentos de viagem e resgate. O Itamaraty anunciou nesta quarta-feira, 2, a abertura das bases na cidade de Lviv, próximo da fronteira ucraniana com a Polônia, e em Chisinau, capital da Moldávia. 

De acordo com a chancelaria brasileira, o objetivo desses locais é facilitar o atendimento consular e “aperfeiçoar os mecanismos emergenciais de assistência aos cidadãos brasileiros que buscam deixar a Ucrânia”.

A estação no território polonês deve atender a maioria dos refugiados brasileiros, que tem fugido para aquele país, que fica mais próximo da Ucrânia. Já o segundo posto, em Moldávia, é para facilitar a assistência aos brasileiros que vêm fugindo da guerra pela Romênia. 

O Itamaraty informou, por meio de nota, na noite dessa terça-feira, 1º, que a insegurança em Kiev tem forçado que “embaixadas de vários outros países têm igualmente estabelecido missões de apoio fora da capital da Ucrânia, sobretudo em Lviv”.

O órgão disponibilizou ainda contato para casos de emergência. “O plantão consular brasileiro pode ser contatado pelo número de telefone +55 61 98260-0610”, acrescentou. Embora o embaixador brasileiro na Ucrânia, Norton de Andrade Melo Rapesta, tenha divulgado que ele e a equipe deixaram Kiev, nessa terça-feira, o Ministério das Relações Exteriores frisou que os canais de comunicação da embaixada segue transmitindo orientações por meio de mensagens no site, na página no Facebook e por um grupo no Telegram.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.