Brasil vai voltar os olhos para Rio Verde”, diz Caiado no lançamento de 5G

Município do sudoeste goiano é o primeiro no País a receber tecnologia

Governador Ronaldo Caiado (DEM) durante lançamento de 5G em Rio Verde | Foto: Ascom

O governador Ronaldo Caiado (DEM) lançou nesta quinta-feira, 3, em Rio Verde, a rede de internet móvel de quinta geração (5G) para o agronegócio, em caráter experimental. A ativação do 5G para o agronegócio foi feita pela operadora Claro a partir de uma licença de demonstração, via Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), com validade de um ano. Após esse período, será realizado um leilão.

“Vai trazer resultado para o produtor rural, economia no combate às pragas, resultado financeiro ao agricultor, além de resguardar o meio ambiente”, projetou Caiado durante solenidade de ativação do sinal que vai viabilizar o desenvolvimento de aplicações de inteligência artificial e da chamada Internet das Coisas (Internet ofThings – IoT).

Goiás se torna pioneiro com a iniciativa, já que Rio Verde é o primeiro município no país a receber a tecnologia. O governador observou que a data marca um divisor de águas para o agro, e o que “há de mais importante em termos de tecnologia”. “Todo Brasil vai voltar os olhos para Rio Verde nos próximos meses”, observou.

As duas primeiras torres de transmissão do 5G, em caráter de prova de conceito, foram instaladas em dois pontos do município: na Fazenda Nycolle, onde ocorreu a solenidade de lançamento, e no Parque Tecnológico do Instituto Federal Goiano (IF Goiano), inaugurado, juntamente com o Centro de Excelência em Agricultura Exponencial (Ceagre), na manhã desta quinta-feira.

O projeto também tem parceria da Huawei, empresa multinacional de equipamentos para redes e telecomunicações.

Inauguração

Antes da solenidade de lançamento do 5G, o governador Ronaldo Caiado participou da inauguração do Parque Tecnológico do IF Goiano, em Rio Verde. O local abriga o Polo de Inovação da unidade, onde também foi instalado o Centro de Excelência em Agricultura Exponencial (Ceagre). O Governo de Goiás vai liberar um total de R$ 15 milhões ao longo de cinco anos para fomentar a realização de projetos na unidade.

Na avaliação do presidente Fapeg, Robson Domingos Vieira, o Ceagre vem para acelerar a inserção das tecnologias “revolucionárias”, como inteligência artificial, Internet das Coisas (IoT) e veículos autônomos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.