Secretário-executivo do Ministério da Saúde, Élcio Franco, disse que país não está “resolvendo totalmente” problema da doença, mas tem conseguido controlar efeitos da pandemia

Foto: Reprodução.

Conforme dados do Ministério da Saúde disponibilizados nesta sexta-feira, 9, o Brasil registrou 682 novos óbitos em decorrência da Covid-19 no período de 24 horas. O total de mortes pela doença no país foi elevado para 149.639.

Também foram notificados 27.444 novos casos da doença provocada pelo coronavírus, com o total de infecções confirmadas no país atingindo 5.055.888.

O secretário-executivo do Ministério da Saúde, Élcio Franco, disse hoje que o Brasil não está “resolvendo totalmente” o problema da doença, mas tem conseguido controlar os efeitos da pandemia e permitir o retorno gradual das atividades com um “novo normal”.

“Mesmo considerando o Brasil como um todo, nós já verificamos um decréscimo nessas curvas [de casos e óbitos], que está sendo constante e está sendo estável” afirmou Franco em entrevista coletiva. “Nós já identificamos muitos Estados que estão voltando à normalidade”, completou.

“Mesmo nos Estados onde ela ainda está com uma incidência maior, e nós podemos destacar a Região Sul em particular, a gente já consegue observar um decréscimo na incidência de casos e principalmente na incidência de óbitos, devido também ao tratamento precoce”, ressaltou o secretário.

O Brasil é o terceiro país do mundo com maior número de casos de Covid-19, atrás apenas dos Estados Unidos e da Índia. Na soma de óbitos, a contagem brasileira fica abaixo somente dos EUA.