Bolsonaro tem histórico de ofensas contra jornalista que o entrevistará na Globo News. Confira

Pré-candidato confirmou participação no programa Central das Eleições desta sexta-feira (3)

O pré-candidato Jair Bolsonaro (PSL) desmarcou a entrevista na última quinta-feira (2/8), mas confirmou participação nesta sexta-feira (3) no programa Central das Eleições, na GloboNews, mediado por Miriam Leitão.

O presidenciável tem um histórico de ofensas contra a jornalista. Confira:

1) Há alguns anos, Bolsonaro ironizou o relato de Miriam sobre ter sido torturada durante a ditadura, ficando preso por horas em uma sala com um jiboia. “Coitada da cobra”, disse na época. Algum tempo depois, o deputado federal reiterou a afirmação em uma entrevista ao filho da jornalista. Veja o vídeo:

2) Em 2017, depois de um coluna de Miriam sobre o cenário eleitoral de 2018, Bolsonaro publicou uma série de críticas. “Míriam Leitão diz que Bolsonaro não sabe nada sobre economia. Esta faz juz ao sobrenome”, escreveu. “Seu lugar é no chiqueiro da História”, acrescentou.

3) Em 2016, ao repercutir novamente as declarações de Miriam sobre a ditadura, o pré-candidato partiu para os xingamentos. “Lamentamos que Míriam Leitão continue tão idiota como há quarenta anos”, disse.

13 respostas para “Bolsonaro tem histórico de ofensas contra jornalista que o entrevistará na Globo News. Confira”

  1. Avatar Marcos disse:

    Nem tenta distorcer, ele falou, respondendo a Míriam, essa jornalista não é vítima!

  2. Avatar afranio disse:

    Espero que esta jornalista(Mirian Leitão)não leve pro lado pessoal e seja coerente e respónsavel.Estaremos de olho,prontos pra reagir.

  3. Avatar Angela disse:

    Esses repórteres ao invés de entrevistar e esclarecer, ficam jogando um jogo: ” agora eu te peguei seu filho da puta”. Vocês deveriam nos ajudar a compreender qual o projeto de governo do candidato. Eu vejo uma disputa de egos e pouca importância ao plano de vergonha. Afinal, qual a finalidade do programa? Nós esclarecer ou disputar qual repórter é mais inteligente e esperto?

  4. Avatar Ronaldo Resende disse:

    É ridiculo esses repórteres… eu não teria paciência pra isso

  5. Avatar Paulo Cesar de Morais disse:

    Jornalistas deste globonews são sulreal, Todos jogando na defensiva e em posição de ataque ao entrevistado candidato. Sem foco nas propostas construtivas para um Pais em ebolição social e em queda econômica e desastrosa. Muito pouco se fez para termos ganhos que sejam praticos em nossos tempos e para o futuro. Estão maus preparados para o que o Pais precisa. Não acho que o Bolsonaro seja o Ideal, mas esta muito melhor que todos esses jornalistas pretenciosos e donos da pseudo verdade.

  6. Avatar Juarez Silva disse:

    Por essas e outras questões, eu milhares de Brasileiros vamos votar e eleger Bolsonaro, nunca vi um candidato ser tão perseguido e encurralado pelos esquerdistas, jornalistas ouvem o que merecem, afinal de contas, não são donos da verdade, mas falam o que querem e não respeitam seus leitores ou telespectadores com opiniões diferentes. A mídia Brasileira deveria rever seus conceitos.

  7. Avatar Max Gust disse:

    “Ofensas”… Vocês acham que ainda enganam alguém?

  8. Avatar ziro disse:

    no final do programa, ficou claro que não houve golpe militar no Brasil em 1964, mas distorções da verdadeira história, que vem sendo mal contada nos livros de história, nas escolas, nas faculdades de jornalismo. Acho que a Globo News contribuiu com candidatura de Brasonário.

  9. Avatar Marta disse:

    Fiquei decepcionada o ódio estava estampando na cara dos jornalistas principalmente o Camarotti faca nos dentes e sangue nos olhos no dia anterior bando de carneirinhos com o Geraldo com tantos fatos de corrupção ninguém colocou ele contra a parede uma perguntinha bem idiota se ele tiraria uma foto com o Aécio ele saiu sem responder.Eu que tanto admirava Valdo Cruz ,Andreia fiquei com impressão que os corruptos é que têm valor se o Bolsonaro não entende de Economia não é o fim do mundo ele não é corrupto e o povo quer pessoas honestas os economistas levaram esse país ao caos que está hoje mais prá voces o que precisa é ficar contando lorotas, números, que a gente nem sabe se esta certo ou errado.Hipocrisia Total. Que decepção.

  10. Avatar Roberto Fernandes Ribeiro disse:

    Parabéns Bolsonaro ! Ganhará no primeiro turno com 65% dos votos

  11. Avatar João Pedro disse:

    Muito decepcionado com a qualidade das perguntas dirigidas ao candidato, o que prejudicou muito o programa. Os jornalistas ficaram mais preocupados com o passado e conduziram os debates levando para o lado pessoal, na clara intenção de prejudicar e não de dar a oportunidade para expor as suas idéias.
    Perguntas idiotas merecem respostas a altura. Perguntar para o candidato se ele vai adotar a tortura se eleito for? Isso é pergunta que se faça a um candidato a Presidente? Ora todos sabem, os jornalistas deveriam saber com maior razão, que a tortura é condenada pela Constituição da República que a coloca como crime inafiançável e insuscetível de graça, anistia ou indulto. Está lá no ART. 5, Inc. III e XLIII da Constituição da República. Trata-se de um direito fundamental do cidadão. Constitui cláusula pétrea que não pode ser alterada nem por emenda constitucional, só pela convocação de uma nova Assembléia Constituinte. Assim não é por causa de tratado internacional que não se pode torturar no Brasil, mas por vedação da Constituição Brasileira que é nossa lei maior. Por fim, se ocorrer o crime de tortura a investigação e acusação cabem a Polícia e ao Ministério Público e o julgamento e aplicação da pena no caso de condenação ao Judiciário. Isso não é atribuição de Presidente da República. Perguntar se o candidato vai elevar taxa de juros ou vai manter subsídio do Óleo Diesel? Ora a Taxa de Juros é apenas um dos vários instrumentos que está a disposição do Banco Central para gerir a economia, estimulando-a quando enfraquecida ou freando quando muito aquecida. Tem o objetivo de entregar a inflação na meta estipulada. Ora o Banco Central deve ter independência para tomar as decisões e o candidato deixa claro que não vai interferir. Presidente não deve mesmo interferir como já vi a Própria jornalista Miriam Leitão comentar em várias oportunidades. Indagaria dos jornalistas se eles são capazes de prever o preço do Barril de Petróleo no mercado internacional no próximo mês de janeiro quando o novo presidente assumir, lá podem acontecer só duas coisas, ou vai estar mais caro ou mais barato. É chute. Se estiver mais barato não precisa se falar em subsídio. Perguntar num programa dessa importância se o candidato não ficou a vontade porque a cadeira em que ficou era vermelha? Risível…. Será que ofereceram uma cadeira dessa cor ao candidato de propósito já com a intenção de deixá-lo constrangido?
    Vou ficar só por aqui para não me alongar… O certo é que o despreparo e desconhecimento dos jornalistas prejudicou a entrevista e prestou um desserviço ao País retirando dos brasileiros uma oportunidade de conhecer melhor o que o candidato pretende caso eleito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.