Presidente corrige uma hérnia surgida na região, onde ocorreram os três procedimentos anteriores

O quarto procedimento cirúrgico de Jair Bolsonaro após o ataque de faca que ocorreu em setembro do ano passado, ainda durante a campanha, teve início às 7h neste domingo, 8. O presidente corrige uma hérnia surgida na região, onde ocorreram as três primeiras cirurgias.

Internado no Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, o gestor chegou no sábado, 7, por volta das 20h e não conversou com a imprensa. Estavam com ele a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, além de seu filho Carlos (PSC), vereador do Rio. Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), chegou nesta manhã, na unidade de saúde.

A cirurgia deve durar aproximadamente duas horas e é considerada de média complexidade. No sábado, ele publicou em suas redes estar “confiante para a próxima cirurgia”.

Como o prazo para recuperação é de dez dias, Bolsonaro pretende despachar do hospital neste período. A expectativa é que, em 24 de setembro, o capitão esteja recuperado para discursar na Assembleia Geral da ONU. Ele chegou a dizer que compareceria de “cadeira de rodas”, se fosse preciso.