Bolsonaro pode se filiar ao Partido da Mulher Brasileira

O presidente também está negociando com o Patriota, mas as conversas avançaram com o PMB, que deve mudar de nome

O presidente Jair Bolsonaro, que desistiu do Aliança pelo Brasil, negociou com o Patriota e estava praticamente certo de que se filiaria ao partido para disputar a reeleição. Mas, como quer 100% do comando — os principais diretórios e o recursos do fundo eleitoral e do fundo partidário —, houve um recuo nas negociações.

Jair Bolsonaro: articulação com outro partido| Foto: Reprodução

Por isso, na segunda-feira, Bolsonaro começou a articular com o Partido da Mulher Brasileira (PMB), cuja cúpula, para acolhê-lo, teria aceitado mudar de nome. Pode ser Aliança pelo Brasil? Não se sabe.

“Estou namorando outro partido, tá? Onde eu seria o dono dele como alternativa se não sair o Aliança”, disse Bolsonaro a um grupo de apoiadores, na saída do Palácio da Alvorada. “Não é isso de você tá namorando um caso e se der errado vou namorar aquele outro, não é isso não, mas na política tem que ficar ligado”, acrescentou.

Em 2018, o fenômeno Bolsonaro contribui para a eleição de 54 deputados federais, o que tornou o partido a segunda maior força da Câmara dos Deputados, com 200 milhões de reais de fundo eleitoral e 98 milhões de fundo partidário (em 2020).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.