Bolsonaro já chamou refugiados sírios de “escória do mundo”?

Declaração polêmica em entrevista ao Jornal Opção volta à tona por conta da atual situação na Síria

Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil

A situação na Síria, que tem despertado a atenção da mídia, principalmente nas últimas semanas, fez com que voltasse à tona uma uma declaração polêmica do agora presidenciável deputado federal Jair Bolsonaro (PSC) a respeito de estrangeiros no Brasil.

Em passagem por Goiânia em 2015, o deputado chamou refugiados de “escória do mundo”, se referindo a haitianos, senegaleses, bolivianos e sírios que vivem no Brasil. “A escória do mundo está chegando ao Brasil como se nós não tivéssemos problema demais para resolver”, declarou.

“Não sei qual é a adesão dos comandantes, mas, caso venham reduzir o efetivo (das Forças Armadas) é menos gente nas ruas para fazer frente aos marginais do MST, dos haitianos, senegaleses, bolivianos e tudo que é escória do mundo que, agora, está chegando os sírios também. A escória do mundo está chegando ao Brasil como nós não tivéssemos problema demais para resolver”, disse ao reclamar da falta de recurso para as Forças Armadas.

A declaração polêmica foi feita pelo deputado em entrevista exclusiva ao Jornal Opção e ganhou grande repercussão à época. Na mesma oportunidade ele também defendeu que a então presidente Dilma Rousseff (PT) deveria deixar o Palácio do Planalto, nem que para isso ela tivesse que morrer. “Espero que o mandato dela acabe hoje, infartada ou com câncer, ou de qualquer maneira”, disse.

Depois da polêmica e da quantidade de acessos nas duas matérias publicadas, o Jornal Opção decidiu divulgar na íntegra o áudio da entrevista, que pode ser conferido neste link.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.