Temendo inquérito do ministro Alexandre de Moraes no STF, o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) deu entrada no processo para mudança de visto. Com isso, ele poderia ficar mais tempo nos Estados Unidos, onde está hospedado desde o fim de dezembro. As informações são da colunista Bela Megale, do jornal O Globo.

O núcleo do ex-presidente nega que a tentativa de mudar de visto ocorra por medo de prisão. Afirma que a extensão do período nos EUA seria para Bolsonaro “desopilar”. A entrada no visto de turista foi informada por Bela Megale, do Globo, e confirmada pela coluna.O próprio ex-presidente tem afirmado que, se for preso por decisão de Alexandre de Moraes, será um “preso político”.

Em coletiva de imprensa no último dia 9, o porta-voz do Departamento de Estado dos EUA, Ned Price, afirmou que, se um portador de visto oficial não estiver mais em solo norte-americano em nome do governo, “cabe a esse portador de visto deixar os EUA ou solicitar uma mudança dentro de 30 dias”. Caso contrário, estará sujeito a deportação.

O historiador americano James Green, professor da Universidade Brown e presidente do conselho da organização Washington Brazil Office (WBO), aponta que “como não há um crime declarado que tenha sido cometido por Bolsonaro até agora…, seria difícil o governo americano deportá-lo”.

*com informações do Jornal O Globo e site Metrópoles