Bolsonaro diz que tem que se respeitar o resultado das eleições chilenas

Pronunciamento foi feito na véspera do natal, um dia após o Palácio do Itamaraty emitir nota cumprimentando a eleição de Gabriel Boric no Chile, vitorioso cinco dias antes

Cinco dias após a vitória do ex-líder estudantil Gabriel Boric nas eleições chilenas, o presidente Jair Bolsonaro (PL) se pronunciou pela primeira vez nesta sexta-feira, 24, sobre a vitória do político de esquerda. O liberal disse que “tem que se respeitar” o resultado das eleições e desejou sorte ao povo chileno.  

“A esquerda ganhou, metade dos eleitores não praticaram da eleição e o resultado você tem que respeitar”, comentou o presidente ao ser perguntado sobre os resultados das últimas eleições na América do Sul. “Boa sorte ao povo chileno”, acrescentou o liberal, que foi o último a cumprimentar Boric pelo resultado eleitoral.

A quebra do silêncio acerca do resultado eleitoral chileno foi feita um dia após o Ministério de Relações Exteriores (MRI) emitir uma nota cumprimentando Gabriel Boric pela vitória na eleição. O Palácio do Itamaraty emitiu votos de êxito e no desempenho do mandato de Boric. Em nota, o ministério reafirmou a solidez dos laços de amizade e cooperação entre os países e assinalou que o Governo Brasileiro tem disposição de trabalhar com as autoridades chilenas no fortalecimento das iniciativas bilaterais e regionais em prol dos objetivos de desenvolvimento econômico, de defesa da liberdade e da democracia e de respeito ao Estado de Direito. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.